4 métodos para tirar apontamentos durante as aulas

0
42

Tirar notas é uma das mais importantes atividades para os estudantes. Há uma variedade de razões para tirar notas, mas as mais importantes é que tirar notas vai ajudar-te a relembrar a informação e vai-te também ajudar a estar mais focado durante a aula.

Mas tirar notas não é simplesmente apontar tudo o que o professor diz! Mas sim fazer um resumo e encontrar as palavra chaves da matéria. Aqui estão alguns exemplos de formas de tirar notas!

Rascunhos ( exemplos )

O método do Rascunho é um dos melhores e mais utilizados métodos de tirar notas.

Permite organizar as notas de uma forma estruturada, o que te ajuda a poupar tempo depois quando fores fazer uma revisão.

Este método requer que tu estrutures as tuas notas numa forma de lista, onde cada entrada representa um tema diferente e os seus subtemas.

A parte boa deste método é que consegues entender claramente quais os temas chaves da aula de uma forma lógica. E é fácil de utilizar por isso o aluno consegue estar focado na aula.

Quando deve ser utilizado?

Este método pode ser usado em diferentes situações, mas funciona melhor se a aula tiver uma estrutura relativamente clara.

Método Cornell ( exemplos )

Este método é um método muito diferente de todos os outros, mas é ótimo porque consegue ser utilizado em várias situações.

O que o faz diferir dos outros métodos é a organização das notas nas folhas.

A página é dividida em três ou quatro secções:

  • Título e data (Opcional) – Secção superior
  • Resumo – Secção no fim da página
  • Frase/ Palavras chave, notas – Secção à direita
  • Definições e explicações – Secção à esquerda

Todas as notas tiradas durante a aula vão para a secção da esquerda. A secção da esquerda é para comentários, questões, a da direita para palavras chaves e notas da matéria.

No final na aula, deves tirar um momento para preencher a secção do resumo com as ideias principais da página.

Caixas ( exemplos )

Este método baseia-se no facto de todos os temas dados numa aula estão relacionados. Por isso todos os temas que são comuns devem estar agrupados dentro de uma caixa.

Este método funciona melhor quando tens uma aula que é dividida em diferentes secções que mesmo dívidas estão relacionadas em algum sentido.

Fazer mapas – Mindmaps ( exemplos )

Quando o conteúdo das aulas é intenso e confuso, fazer mapas é a tua melhor opção.

Ajuda-te a dividir a matéria em ramos, e permitindo-te estabelecer uma relação entre diferentes tópicos.

Começa por escrever um tópico geral no centro do mapa. E vai dividindo-o em tópicos no decorrer da aula.

Agora que já sabes 4 dos métodos mais comuns e mais eficazes para tirar notas durante as aulas, escolhe aquele que mais se adequa a ti.

Espero que este artigo te tenha ajudado a melhorar a arte de tirar apontamentos nas aulas.